22°

Tempo aberto

Paracatu - MG

Minas Gerais Chacina de Unaí

Antério Mânica é condenado a 64 anos de prisão

Fazendeiro foi um dos mandantes do quádruplo assassinato ocorrido em 2004; ele poderá responder em liberdade

27/05/2022 às 19h35
Por: Paulo Sérgio Fonte: O tempo
Compartilhe:
Ministério Público Federal aponta Antério Mânica como um dos mandantes do quádruplo assassinato que ficou conhecido como Chacina de Unaí | Foto: Alex de Jesus
Ministério Público Federal aponta Antério Mânica como um dos mandantes do quádruplo assassinato que ficou conhecido como Chacina de Unaí | Foto: Alex de Jesus

Acusado de ser um dos mandantes da Chacina de Unaí, o fazendeiro Antério Mânica foi condenado, nesta sexta-feira (27), a 64 anos de prisão, no quarto dia de julgamento do caso. Porém, ele poderá recorrer em liberdade. A participação de Antério Mânica na Chacina de Unaí começou a ser julgada nessa terça-feira (24), na Justiça Federal de Belo Horizonte. 

Na acusação, o Ministério Público Federal aponta Antério Mânica (um dos maiores produtores de feijão do Brasil e ex-prefeito de Unaí) como um dos mandantes do quádruplo assassinato que ficou conhecido como Chacina de Unaí. O crime ocorreu em 28 de janeiro de 2004, na zona rural do município, quando três fiscais do trabalho e o motorista do Ministério do Trabalho que os conduzia foram assassinados em uma emboscada.

 

Antério Mânica havia sido condenado a 100 anos de prisão, em novembro  de 2015, pelo Tribunal do Júri da Justiça Federal de Minas Gerais, que o considerou culpado do crime de quádruplo homicídio, triplamente qualificado por motivo torpe, mediante paga e sem possibilidade de defesa das vítimas.

Cerca de três anos depois, em novembro de 2018, ao analisar recurso interposto pela defesa do réu, a Quarta Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) anulou a condenação e determinou a realização de novo julgamento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.