21°

Poucas nuvens

Paracatu - MG

Minas Gerais Maria da Penha

Jovem de 19 anos se livra da morte ao mandar mensagem pedindo socorro para mãe em Unaí

A jovem estava sendo agredida pelo companheiro de 27 anos, que não aceitava fim do relacionamento

08/06/2020 às 12h44 Atualizada em 08/06/2020 às 12h58
Por: Paulo Sérgio
Compartilhe:
Divulgação/Polícia Militar
Divulgação/Polícia Militar

Uma jovem de 19 anos foi agredida, ameaçada de morte e trancada dentro de casa pelo companheiro de 27 anos. O caso só nao teve um desfeche pior, pois a vítima conseguiu enviar uma mensagem com pedido de socorro  pelo Whatsapp para mãe de 37 anos, que chamou a polícia.

O fato foi registrado no último domingo (7) no bairro Cachoeira, na cidade de Unaí. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), no local os policiais fizeram contato verbal, mas não foram atendidos pelo suspeito, sendo necessário o arrombamento do portão da residência para libertar a jovem.

A jovem relatou aos militares que vive em união estável com o suspeito, mas pois fim no relacionamento, contudo o suspeito inconformado não aceitou, e começou a ameaçar a vítima, dizendo por várias vezes "Ou fica comigo ou vai para o cemitério"

A vítima ainda disse aos militares, que ao tentar sair da residência, foi agredida com socos e chutes na cabeça, sendo jogada pelo suspeito em um sofá, e ameaçada de morte com uma faca pressionada contra o pescoço.

A jovem ainda relatou  aos militares, que chegou a tomar grande quantidade de remédios tentando suicídio, e o suspeito chegou a impedir dizendo "Se você for morrer vai ser com eu dando facadas para eu matar a minha raiva".

Após ser agredida, a jovem foi trancada dentro de casa, momento que conseguiu encontrar o celular que foi escondido pelo suspeito, enviando mensagens de socorro para a mãe. A jovem apresentava lesões no pescoço, na face, na cabeça e foi socorrida ao Pronto Atendimento municipal.

Ao perceber que seria preso, o suspeito com o apoio do irmão de 23 anos, agrediram os militares socos e chutes  conseguindo fugir do local em seu veículo. O irmão dele tentou correr,  mas foi acompanhado e novamente com socos e chutes agrediu os militares, sendo preso.

Segundo a PM, o agressor de 27 anos que está foragido, já foi preso anteriormente por homicídio, porte ilegal de arma de fogo,  disparo de arma de fogo, tráfico ilícito de drogas, ameaça e desobediência.  

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.