17°C 29°C
Paracatu, MG
Publicidade

Vale do Mucuri recebe maior casamento comunitário realizado em unidade prisional de Minas Gerais 

Vinte casais oficializaram união; iniciativa da Defensoria Pública em parceria com o sistema prisional reforça ressocialização por meio da família

03/05/2023 às 14h45
Por: Da Redação Fonte: Secom Minas Gerais
Compartilhe:
Heitor Freitas
Heitor Freitas

Banda, tendas, bem-casados e bolo decorativo. Ao som da marcha nupcial, 20 casais entraram no pátio externo do Presídio de Teófilo Otoni, espaço enfeitado com arranjos florais -, para oficializarem relacionamentos. 

Os noivos trocaram alianças na tarde de terça-feira (2/5), durante casamento comunitário promovido pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) , por meio do Departamento Penitenciário de Minas Gerais , em parceria com a Defensoria Pública de Minas Gerais e outras instituições. Os noivos receberam a certidão de casamento, sem qualquer ônus ou despesa.  

Até o momento, esse foi o maior casamento comunitário celebrado em unidade prisional de Minas Gerais. Entre os casais participantes da edição, um é homoafetivo: um detento e um ex-detento do presídio.

Apenas dois dos 20 casais são pares de reclusos, os outros 18 tinham um dos cônjuges em liberdade. 

“Nesta edição conseguimos o maior número de casais habilitados no estado, tornando-se a maior cerimônia promovida em unidade prisional de Minas. A conquista só foi possível graças à união de esforços dos envolvidos”, observou o defensor público Pedro Antunes.

Testemunhas

A iniciativa, que contribui para o processo de ressocialização por meio do fortalecimento familiar, foi testemunhada pelos parentes – cada participante pôde convidar um adulto, além dos filhos da relação conjugal. 

Diretor-geral do Presídio de Teófilo Otoni, Wederson Dias destacou a importância da base familiar. “A Polícia Penal, além da custódia, acredita no processo de ressocialização e transformação do indivíduo. E, hoje, com o casamento comunitário no presídio, podemos perceber a reinserção social por meio da união pelo matrimônio. Temos a certeza de que o apoio familiar ajudará na transformação e escolha de caminhos melhores”.  

Vilberto Barros, de 35 anos, um dos noivos, contou que a celebração trouxe mais segurança para o seu relacionamento. "É muito bom saber que, mesmo preso, consegui fazer minha união com minha amada esposa. Tínhamos união estável e, graças ao presídio e aos defensores públicos, conseguimos ter nosso casamento certinho".   

União de esforços  

Foram parceiros do evento: Defensoria Pública de Minas Gerais; Cartório de Pessoas Naturais de Teófilo Otoni; Câmara de Dirigentes Lojistas de Teófilo Otoni – CDL TO; Villa Alice Confeitaria; Meu Acervo Locações; Lígia Noivas; Amanhecer – Festas Exclusivas; Vanete Cake Designer; e Secretaria de Assistência Social e Habitação da Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni.  

Esse foi o quinto casamento comunitário celebrado em unidade prisional. Em 2017, 2018 e 2019, a iniciativa foi realizada na Apac de Caratinga. Em 2022, foi a vez da Penitenciária de Francisco Sá, no Norte de Minas. 

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Paracatu, MG
18°
Tempo nublado

Mín. 17° Máx. 29°

18° Sensação
0.36km/h Vento
68% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h28 Nascer do sol
05h41 Pôr do sol
Dom 30° 16°
Seg 30° 15°
Ter 31° 16°
Qua 31° 17°
Qui 31° 17°
Atualizado às 07h05
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,17 +0,00%
Euro
R$ 5,61 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,07%
Bitcoin
R$ 378,904,45 +0,49%
Ibovespa
124,305,57 pts -0.34%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade