20°

Poucas nuvens

Paracatu - MG

Minas Gerais Estelionato

Casal tenta realizar prova de vida de médico morto há quase 1 ano por covid-19, em Brasilândia de Minas

Farsa foi descoberta pela funcionaria do bando que realizou um boletim de ocorrência.

30/09/2021 às 12h56 Atualizada em 30/09/2021 às 13h09
Por: Paulo Sérgio
Compartilhe:
Da internet
Da internet

Um casal tentou realizar a prova de vida de um médico morto desde 2020 Em Brasilândia de Minas. O caso foi registrado ontem (29) em uma agência bancária do município.

De acordo com a Policia Militar (PM), a funcionária de uma agência Bancária compareceu ao quartel da Polícia Militar da cidade, relatando que no dia (27) deste mês, compareceu na agência uma mulher de 35 anos, com o objetivo de realizar a prova de vida do INSS de um parente apara continuar recebendo o benefício.

Segundo a PM, a mulher relatou para a funcionária que o beneficiário estava aguardando no carro, pois estava debilitado e sem condições de se locomover, sendo necessário levar a documentação de renovação para ele assinar.

Diante da situação, a funcionária do banco se deslocou até o suposto beneficiário e percebeu que a pessoa que estava no carro não era a mesma do documento apresentado, sendo solicitado para o homem que retirasse a máscara de proteção facial, momento que foi constado que não era o dono do benefício.

Mesmo diante da suspeição, a funcionária pediu para que ele realizasse a assinatura do documento, mas a assinatura não era igual do beneficiário.

Os funcionários do banco pesquisaram o nome do beneficiário em outros sistemas de confirmação bancária e apareceu uma nota de falecimento, sendo confirmado com pessoas conhecidas da cidade de Santa Fé de Minas/MG, que o médico Carlos faleceu de Covid-19 no dia 08 de dezembro de 2020.

A ocorrência policial foi registrada e o fato encaminhado à Polícia Civil para as devidas apurações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.