Terça, 20 de Abril de 2021 04:09
(38) 99966-3864
Cidade Paracatu Polícia Civil

Suspeito de matar rapaz de 22 anos em Paracatu é preso no Rio Grande do Norte

O principal suspeito de executar a vítima e arquitetar toda a trama criminosa foi preso pela Polícia Civil

05/04/2021 17h23
Por: Paulo Sérgio Fonte: Com informações /Polícia Civil
Divulgação / Polícia Civil
Divulgação / Polícia Civil

Uma operação conjunta entre as Polícias Civis de Minas Gerais e do Rio Grande do Norte levou à prisão, na cidade de Santa Cruz/RN, de um suspeito de matar um rapaz de 22 anos dentro de casa em Paracatu. O crime foi registrado no dia 18 de fevereiro de 2021, por volta das 18:40hs, na rua José Berlarmino, Bairro Prado.

De acordo com a PC, na ocasião, a vítima de 22 anos, foi alvejada, dentro de sua própria residência, por disparos de espingarda calibre 12 e revólver em várias regiões do corpo, sobretudo no crânio, vindo a falecer no local.

As investigações apuraram que a vítima teria uma dívida de drogas no valor de R$ 1.800, o que teria motivado o crime. Conforme investigação, o crime foi engendrado por 04 (quatro) indivíduos, sendo que dois, participaram diretamente da execução da vítima e os outros dois prestaram auxilio moral e material, mediante o empréstimo do veículo utilizado no crime, bem como o fornecimento de informações sobre a residência e a rotina da vítima, respectivamente.

A investigação trouxe à baila todos os detalhes de motivação, dinâmica e autoria do delito corroborado por provas técnicas.

Segundo a PC, no último dia 04 de março deste ano, em ação conjunta das policiais civis de Minas Gerais e Goiás, um dos suspeitos do crime foi preso temporariamente, no município de Cristalina/GO. No mesmo dia, foi cumprido mandado de busca e apreensão domiciliar na residência do investigado, onde foi apreendido o veículo utilizado no crime, além de aparelhos celulares.

Posteriormente, já no dia 29 de março, foi deflagrada em Paracatu, no Noroeste de Minas, a operação “5° mandamento” para cumprimento de mandados de busca e apreensão domiciliar e prisão de outros envolvidos no crime. Durante as buscas nas residências dos investigados, foram localizados objetos e petrechos relacionados ao tráfico de entorpecentes, além de porções de “maconha”.

Já nesta segunda-feira (5) após trocas de informações entre policiais civis de Minas Gerais e do Rio Grande do Norte, o principal suspeito de executar a vítima e arquitetar toda a trama criminosa, foi preso preventivamente por policiais civis do Rio Grande do Norte, no município de Santa Cruz/RN, onde estava se escondendo após o fato.

O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela PCRN através da força tarefa de combate ao crime organizado de Mossoró e da 9º DRP – Santa Cruz. Conforme pontua o Delegado Gustavo Henrique Ferraz, responsável pela investigação, “ o trabalho integrado com as policiais de outros estados tem contribuído para a resolução de investigações complexas, culminando com o êxito nas ações policiais, especialmente na prisão dos suspeitos de crimes violentos cometidos no Noroeste de Minas Gerais”.

Equipe responsável pela investigação foi o delegado Regional de Paracatu – Douglas Ramos Magela, o delegado Titular da Homicídios Paracatu, Gustavo Henrique Ferraz Silva Lopes, com apoio dos Investigadores, Carlos EugÊnio, Alfredo Neto, André Lelis e Ederlúcio, além das escrivãs, Aline Benevides e Marli Souza (ad hoc).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.