Sêmen sexado é opção rentável para fazendas produtoras de leite t> Visite-nos no Google+
noticias
http://paracatunews.com.br
loading
17/10/2012, 00:37:00
fb97bc1d248fba8a1d2611161079ccd0.jpg
Sêmen sexado é opção rentável para fazendas produtoras de leite
Com a tecnologia é possível obter no nascimento 85% de bezerras 

portaldoagronegocio.com.br

A Alta Genetics - uma das maiores empresas de melhoramento genético do mundo – destacará o uso do sêmen sexado durante a 6ª Feira Internacional da Cadeia Produtiva do Leite (Feileite), que acontece entre os dias 19 e 23 de novembro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo (SP). 

Imagine uma fazenda de produção de leite onde pelo menos 85% dos bezerros que nascem são fêmeas. Este é o grande benefício conquistado ao optar pelo uso do sêmen sexado na inseminação artificial (IA) dentro de um sistema leiteiro de produção. “Numa fazenda leiteira a gestão financeira do sistema deve ser priorizada em função das margens apertadas e da volatilidade do preço do leite. Ter eficiência produtiva é o caminho para driblar a escalada dos insumos e diminuir os riscos de prejuízos. Os machos possuem custos até a desmama semelhantes aos das fêmeas, mas os valores de venda não cobrem os gastos. Para fugir do saldo negativo a maioria dos criadores opta pela venda dos machinhos logo após o nascimento. Esta decisão implica em um aproveitamento de apenas 50% do que nasce na propriedade como fonte de receita”, explica Tiago Carrara, gerente de mercado da Alta Genetics.

A tecnologia que aumenta em 70% o número de animais geradores de receita, ao elevar de 50% para 85% a incidência de nascimento de fêmeas, pode ser considerada uma grande solução para aumentar a eficiência produtiva e o lucro do sistema. O sucesso pode ser ainda maior quando utilizado o sêmen sexado de touros comprovadamente melhoradores, já que podem proporcionar aumento da produção de leite, longevidade das vacas, incremento no teor de sólidos no leite, redução na incidência de mastites, diminuição de partos difíceis, queda nos problemas de cascos, entre outros benefícios, que influenciam diretamente a eficiência produtiva das vacas. As fêmeas mais eficientes são valorizadas pelo mercado no momento da venda.

“O custo maior é compensado pelo número de fêmeas nascidas, que geram um volume superior de receita para o sistema, mesmo que a margem seja mais apertada por animal”, ressalta Tiago.  Veja na tabela abaixo a simulação da interferência da taxa de concepção no custo da dose de sêmen por fêmea nascida.


O gerente de mercado da Alta Genetics analisa que é possível perceber que há um aumento do custo da dose de sêmen por fêmea nascida, mesmo quando há sucesso de concepção. Esta diferença deve ser assumida por outras gerações de receitas proporcionadas pelo maior número de fêmeas e/ou pela redução de custo por não se ter tantos machos nascendo na fazenda. É necessário priorizar touros comprovadamente melhoradores no momento da escolha do sêmen a ser utilizado.              

“O sêmen sexado é uma grande ferramenta para otimizar a eficiência produtiva e deve ser utilizado sempre que o sistema conseguir absorver suas exigências reprodutivas e seus custos. A Alta disponibiliza ao mercado a maior bateria de sêmen sexado das raças gir leiteiro e girolando. A revolução tecnológica dos últimos anos, como a melhoria nos processos de manejo, reprodução e de gestão possibilita prever que haverá a cada ano maior participação do sêmen sexado nas compras das fazendas leiteiras”, finaliza Carrara.

A Alta Genetics é uma das maiores empresas de melhoramento genético do mundo, com sede na cidade de Calgary, em Alberta (Canadá). Presente em mais de 100 países, a Alta possui centrais de coleta no Canadá, Estados Unidos, Holanda, China, Argentina e Brasil e é considerada líder mundial na entrega de soluções genéticas lucrativas. No Brasil, sua Central tem capacidade para abrigar 237 touros. Conta com 81 escritórios regionais no Brasil, totalizando mais de 700 profissionais em todo país.  Mais informações pelo site www.altagenetics.com.br.