Projetos de apoio à produção orgânica receberão financiamento t> Visite-nos no Google+
noticias
http://paracatunews.com.br
loading
09/10/2012, 00:00:00
34652840024d93e88413db67aa457b50.jpg
Projetos de apoio à produção orgânica receberão financiamento
Os projetos receberão apoio financeiro para atividades de extensão tecnológica, pesquisas científicas e educação profissional 

 

Os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC), disponibilizaram R$ 8,9 milhões para financiamento de projetos de apoio à construção e socialização de práticas agroecológicas e orgânicas.
O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) será o responsável pela chamada pública, publicada nesta sexta-feira, 5 de outubro, no Diário Oficial da União, que orienta a escolha dos projetos. O prazo para envio de propostas é até 19 de novembro.
 
Os projetos receberão apoio financeiro para atividades de extensão tecnológica, pesquisas científicas e educação profissional para a construção e socialização de conhecimentos e práticas relacionados à agroecologia e aos sistemas orgânicos de produção.
A chamada também prevê o apoio financeiro à implementação e manutenção de Centros Vocacionais Tecnológicos e de Núcleos de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica.
As propostas serão financiadas com recursos do Mapa, R$ 1,5 milhões; MCTI, R$ 5,4 milhões; e MEC, R$ 2 milhões. A divulgação dos resultados e o início do financiamento serão realizados em 10 de dezembro.
Iniciativas
Uma das principais iniciativas com foco na agricultura familiar e no cultivo sem o uso de agrotóxicos do Brasil é o Pais (Produção Agroecológica Integrada e Sustentável). A horta orgânica incentiva os produtores a utilizar técnicas sustentáveis de irrigação e adubação para manter suas plantações e, com isso, diminuir os impactos ao meio-ambiente.
Pais
O Pais consiste em uma horta circular com um galinheiro ao centro e irrigação por gotejamento e dispensa o uso de agrotóxicos, queimadas e desmatamentos, preserva a qualidade do solo e das fontes de água, alia a criação de animais com a produção vegetal e estimula a agricultura orgânica.
Desde 2005, a Fundação Banco do Brasil, o Banco do Brasil, o BNDES, a Petrobras e o Sebrae atuam na reaplicação do método e, atualmente, existem unidades implantadas ou em implantação em 21 Estados brasileiros, além do Distrito Federal: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.
Entre 2005 e 2011 alguns avanços foram obtidos na reaplicação dessa tecnologia, como a edição do Manual PAIS, a publicação de cartilhas como a Cartilha do Produtor Rural em quadrinhos e a realização de encontros anuais de produtores, a fim de disseminar a produção orgância.
Veja também: 
Política agroecológica quer incentivar desenvolvimento da agricultura orgânica e sustentável:
 
FONTE: Brasil.gov