Produção de grãos brasileira terá alta recorde de 8,6% e deve atingir 180,41 milhões de toneladas, diz Conab t> Visite-nos no Google+
noticias
http://paracatunews.com.br
loading
10/01/2013, 09:54:15
default.jpg
Produção de grãos brasileira terá alta recorde de 8,6% e deve atingir 180,41 milhões de toneladas, diz Conab
A produção nacional de grãos para o período 2012-2013 deve chegar a 180,41 milhões de toneladas.

 

De acordo com o quarto levantamento divulgado nesta quarta-feira (9) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), no auditório do Ministério da Agricultura (Mapa). O volume representa um aumento recorde de 8,6% ou 14,23 milhões de toneladas a mais do que a safra passada, que foi de 166,17 milhões.

O anúncio foi feito pelo diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, Sílvio Porto, e representantes do ministério. Os técnicos da estatal contactaram as fontes das principais regiões produtoras entre os dias 10 e 14 de dezembro, continuando a acompanhar o comportamento climático que poderá alterar as produtividades estimadas.

Segundo o relatório, a posição atual das lavouras é de desenvolvimento e floração. A normalização das chuvas e o bom comportamento climático são fundamentais para a manutenção do desenvolvimento das culturas.

A soja se destaca como o produto de maior produção, com um aumento de 16,28 milhões de toneladas, atingindo 82,68 milhões de toneladas frente ao último estudo. Já o milho primeira safra cresce 863,5 mil toneladas, chegando a 34,73 milhões, totalizando com o segunda safra 72,19 milhões de toneladas. E o feijão primeira safra aumenta 58,9 mil toneladas e chega, juntamente com as demais safras, a 3,32 milhões de toneladas.

Área cultivada cresce 2,2%

 

A área atual cultivada é de 52,01 milhões de hectares, registrando um aumento de 2,2% - ou 1,13 milhão de hectares (há), se comparada à da safra passada.

A área da soja é também a maior e apresentou um crescimento de 9,2% ou 2,31 milhões de ha frente ao período 2011/2012, quando foram cultivados 25,04 milhões de hectares.

País deve colher 47 a 50 milhões de sacas de café

A primeira estimativa de produção de café (arábica e conilon) para a safra 2013 indica que o país deverá colher entre 46,98 e 50,16 milhões de sacas de 60 quilos do produto beneficiado. É o que aponta o primeiro levantamento da safra de café 2013, também divulgado nesta quarta-feira, pela Conab.

O resultado representa uma redução entre 7,6% e 1,3%, se comparado à produção obtida na temporada anterior. Essa redução se deve ao ano de baixa bienalidade do produto. A bienalidade é uma característica presente na cultura do café, que altera com uma safra maior  e outra menor, explica a companhia.

A maior redução é observada na produção de café arábica, com queda entre 8,73% e 2,27% (redução entre 3,35 milhões e 870,7 mil sacas). Para a produção do robusta (conilon), a previsão aponta desde uma redução de 4,0% a um crescimento de 1,64%, ou seja, redução de 499,9 mil a um aumento de 204,9 mil sacas.

Já a área plantada com as espécies arábica e conilon no país totaliza 2.375,79 mil hectares. O resultado mostra um crescimento de 1,99% sobre a área de 2.329,36 hectares, da safra 2012, ou mais 46.428,8 hectares.

Fonte: Portal Planalto