Empreendedores do agronegócio se reúnem para debater projeto de fiscalização em Unaí,MG t> Visite-nos no Google+
noticias
http://paracatunews.com.br
loading
15/05/2017, 08:21:53
495584f40374a38f46f231c4ba8e5eaf.jpg
Empreendedores do agronegócio se reúnem para debater projeto de fiscalização em Unaí,MG
Evento promovido pelo Crea-Minas tem o objetivo de detalhar as ações da terceira etapa do projeto de Fiscalização do Agronegócio.

Os produtores rurais e empreendedores da região Noroeste de Minas vão se reunir com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas) para debaterem sobre a fiscalização no agronegócio. O encontro será realizado no dia 16 de maio de 2017, na sede do Comitê da Bacia do Rio Urucuia, em Unaí, às 19h. O evento faz parte das atividades da terceira etapa do projeto de Fiscalização do Agronegócio do Crea-Minas, iniciado em 2015.

Nessa reunião, os produtores rurais e empreendedores de Silvicultura e Culturas Anuais serão orientados sobre a fiscalização do Conselho, esclarecendo as dúvidas sobre os critérios de fiscalização neste setor e sobre a regularização das atividades e dos profissionais que nela atuam. Também vão participar do encontro representantes do agronegócio da região, instituições do setor, profissionais e demais interessados no tema. Já a ação de fiscalização será realizada entre os dias 05 e 09 de junho de 2017, nos municípios de Paracatu e Unaí.

Segundo o fiscal da Regional Noroeste do Crea-Minas, engenheiro João Carlos Gomes, essa será uma oportunidade para mostrar a importância do Crea-Minas e a sua fiscalização. “O Objetivo da reunião é mostrar para os empreendedores a importância deles no setor, como também a importância da fiscalização realizada pelo Crea” afirma João Carlos. As ações de fiscalização têm como objetivo a constatação da regularidade nas atividades de base tecnológica, verificando a responsabilidade técnica através do registro das empresas e dos profissionais responsáveis técnicos no Conselho, bem como a Anotação de Responsabilidade Técnica (A.R.T.). O fiscal explica que a presença destes profissionais em todas as etapas da cadeia produtiva garante a aplicação das melhores e mais modernas técnicas, maior produtividade com menor custo e com segurança alimentar, além de atender a todas as exigências legais, sendo isto o desejado pelo mercado consumidor.

Balanço

A segunda etapa da fiscalização na Regional Noroeste, realizada entre os dias 15 e 19 de agosto de 2016, nos municípios de Patos de Minas, Carmo do Paranaíba, Rio Paranaíba e Patrocínio, focou no agronegócio de cafeicultura, sendo 223 o número total de  verificações. Em todo o estado, foram 2.623 ações de fiscalização, distribuídas em 11 tipos de empreendimentos do agronegócio.

O gerente de Fiscalização do Crea-Minas, engenheiro mecânico Guilherme Rodrigues destaca que os resultados foram positivos. "Os dois anos passados do Projeto ‘Especialização da Fiscalização no Agronegócio’ apresentaram resultados surpreendentes e bastante satisfatórios. Esse sucesso se deve, além da nova metodologia implementada, ao comprometimento da equipe de Fiscalização quanto aos objetivos a serem alcançados e à compreensão dos empreendedores sobre a importância da regularização das atividades de base tecnológica desempenhadas no campo do agronegócio e nos demais empreendimentos relacionados", afirma Guilherme.

Beulla Silva/Crea-MG