Ciclista francês faz pedalada contra corrupção e passa por Paracatu t> Visite-nos no Google+
noticias
http://paracatunews.com.br
loading
22/10/2017, 14:22:03
fda45f612cf864ca343e30805fe5efa1.jpg
Ciclista francês faz pedalada contra corrupção e passa por Paracatu
Objetivo é abrir a mente das pessoas a participar mais da vida politica do Brasil, bem como fiscalizando para evitar a corrupção!

O que você faria se descobrisse que cada quilômetro pedalado na sua bike pudesse ajudar o Brasil a prevenir a corrupção? Quanto você estaria disposto a pedalar? Este foi o desafio lançado pela Halcyon Tours, uma empresa de turismo com sede na França, em parceria com o Observatório Social do Brasil (OSB), uma Organização Não Governamental localizada em 19 estados do país.

A ideia do projeto Pedal Pacto Pelo Brasil, segundo Stéphane Gallet, ciclista e presidente da Halcyon Tours, é conscientizar o cidadão brasileiro sobre a sua participação na política: “A nossa expectativa é criar uma mudança radical no jeito que o Brasileiro encara a sua democracia. Atualmente, está faltando a metade mais importante do sistema: a participação do cidadão.”

Stéphane avaliou 15 Ongs antes de fechar parceria com o OSB, todas com causas muito relevantes, mas para ele, é preciso consertar um problema maior no país: “Nunca foi tão óbvio que a causa dos Observatórios é, realmente, um projeto de imensa importância para o futuro do Brasil e o futuro de cada Brasileiro. Eu acredito que apoiando a transparência, lutando contra a má gestão do dinheiro e a corrupção, liberamos quantidades enormes de dinheiro para apoiar outras causas (saúde, segurança, educação...). Primeiro, devemos focar em criar um sistema político-social que funciona, logo depois podemos focar em outras causas.”

O ciclista saiu de Brasília no dia 18 de outubro e está atravessando o estado de Minas Gerais e espera concluir a viagem ao Rio de Janeiro no dia 11 de novembro. Stéphane vai percorrer sozinho cerca de 1.700 quilômetros, entre asfalto e estrada de chão, levando uma mensagem de esperança e coragem a todos os brasileiros por essas 25 cidades que ele passar. O objetivo é que mais cidadãos se juntem à causa do Observatório Social e se mobilizem na criação de novas Organizações por essas regiões.

Stéphane passou pela cidade de Unaí e Paracatu no sábado (21), e seguiu neste domingo (22) para a cidade de Guarda-Mor. O cliclista também vai passar pelas cidades de Lagamar dia (23/10), Patos de Minas (24/10), Carmo do Paranaíba (25/10), Tiros (26/10), Abaété (27/10), Pompeu (28/10), Papagaios (29/10), Pará de Minas (30/10), Belo Horizonte 31/10 e 01/11, Itabirito (02/11), Ouro Preto (03/11), Ponte Nova (04/11), Viçosa (05/11), Ubá (06/11), Leopoldina (07/11), Alem Paraiba (08/11), Nova Friburgo (09/11), Teresopolis(10/11), Petropolis(11/11), Rio de Janeiro(12/11).

Roni Enara, diretora-executiva do OSB, ressalta que a iniciativa Pedal Pacto Pelo Brasil é inédita no país e acredita que o exemplo pode encorajar os brasileiros a fazer algo semelhante: “A ideia de um estrangeiro, que também ama o Brasil, lutar por nossas causas, pode contagiar as pessoas. É uma atitude tão linda e corajosa! Então vejo que o brasileiro também pode fazer algo, não do mesmo modo; mas na sua casa, no seu bairro, no seu trabalho, no Observatório mais próximo ou até mesmo ajudando a criar um novo, não importa, desde que seja com o mesmo propósito”.

Para ela, o projeto vai incentivar o brasileiro a acompanhar mais de perto as ações dos governos locais e federal: “O cidadão, que paga imposto, é como um acionista dessa empresa. E como acionista ele precisa dizer o que esse gerente deve fazer e como aplicar o seu dinheiro de maneira a ter o melhor resultado. Portanto, por onde o Stéphane passar, ele vai carregar a mensagem de que cada cidadão pode ser tornar um exemplo de área livre de corrupção; que cada um pode ficar de olho na aplicação dos recursos públicos na sua prefeitura, na Câmara dos vereadores do seu município, no Serviço de Unidade de Saúde [...]”

De forma indireta, o projeto Pedal Pacto Pelo Brasil pretende ainda arrecadar fundos para ajudar a manter os Observatórios já existentes e contribuir para a criação de novos. Todo o valor recebido por empresas, entidades, associações, federações e cidadãos individuais, em troca dos quilômetros pedalados, serão doados para o OSB.

Para ajudar, a pessoa física ou jurídica pode acessar a página do OSB na internet e doar via cartão de crédito através do endereço: www.osbrasil.org.br ou pelo link no sítio da Halcyon Tours: http://www.halcyontours.com/pedal-pacto-pelo-brasil-2017

Observatórios Sociais

Os Observatórios Sociais buscam a eficiência da gestão pública e a correta aplicação dos seus recursos. É um trabalho coletivo que envolve entidades representativas, associações, empresários, profissionais de diversas áreas, estudantes, donas de casa, enfim, todo cidadão de modo geral. É um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário. O primeiro Observatório foi fundado em 2006 ,no interior do Paraná, e hoje já funciona em mais de 100 cidades de 19 estados brasileiros.

Halcyon Tours

A Halcyon é uma empresa de turismo especialista em viagens ativas privadas e customizadas. Surgiu na França em 2010 para atender o mercado de cicloturismo e, atualmente, está presente nos Estados Unidos e no Brasil, desde 2014, com oferta de 17 destinos diferentes, sendo 13 europeus e quatro asiáticos.

Stéphane Gallet

Ciclista e fundador da Halcyon Tours. Sempre disposto a encarar novas aventuras, tanto pelo prazer pelo esporte quanto pelos valores sociais em que acredita. Como prova disso, Stéphane criou o projeto “Give Back Campaign” do português “Campanha do retorno ou da devolução” como forma de retribuir ou agradecer à sociedade, de modo especial, por tudo aquilo que a Halcyon Tours recebeu durante o ano.

Em 2016, a Halcyon Tours abraçou as causas da Ashrafieh Foundation, no Líbano, uma associação que apóia pessoas da terceira idade. E neste ano, Stéphane quer ajudar o nosso país, através do Pedal Pacto Pelo Brasil, como forma de reconhecimento pelo modo como os brasileiros acolheram a ele e à sua empresa.

Com informações e fotos: Nayane Fiquer/ASCOM Halcyon Tours
Confira as fotos:
9ec288bd61bd373a31eab2ea58ef17a8.jpg
18bca618fb26fb9a9acf41ae8313263a.jpg
3904f176e51f25d38c555d6e228b2b9f.jpg
8943545fbf4500a8c034ea05eff67d42.jpg
a69a34cfda663a4ad2253148f4dbd2d9.jpg
cc378143ad69dbf9ff510e551c31de97.jpg
464e2abff95260bd7b870468f951c75e.jpg
29460c7696a80e051c89d9b1d8a93723.jpg
9b96bb5e271a1d2f5090fff53232f967.jpg
7c4d28ff55032c508e4504f3e9ae0782.jpg
e35ebf5654c280de008b120dafeae611.jpg
5b5e5514c3c4bbf27cfdb175835107cc.jpg