Projeto de lei aprovado na Câmara de Paracatu cria mais 17 vagas para assessores de vereadores t> Visite-nos no Google+
noticias
http://paracatunews.com.br
loading
15/12/2015, 14:19:35
7a926a248f9c2fb0abf16b46d2cec7f0.jpg
Projeto de lei aprovado na Câmara de Paracatu cria mais 17 vagas para assessores de vereadores
Os vereadores a favor da PL alegam que um só assessor seria pouco para atender as demandas dos parlamentares. Dois vereadores votaram contra a PL.

Uma polêmica foi criada nesta segunda-feira (14) durante mais uma reunião legislativa da Câmara Municipal de Paracatu,MG. Um Projeto de Lei de numero 120/2015 altera a estrutura administrativa da casa legislativa, dando aos vereadores a oportunidade de contratar mais um assessor com verba da Câmara Municipal. A câmara passaria a pagar salário para mais 17 assessores de vereadores.

Segundo informações, a verba hoje liberada é para o pagamento de um assessor para cada parlamentar, mas segundo os vereadores que aprovaram a mudança, um só assessor não estaria dando conta de cumprir todas as atividades dos vereadores, pois em caso de viagens ou atividades que precisem que o vereador se ausente, Os gabinetes ficam fechados, por falta de Assessores para atender a população. - Afirmou os vereadores a favor da mudança. Mas, nem todos gostaram da ideia e acabaram votando contra o projeto de lei.

O Vereador João Macêdo do (DEM), foi contrário ao projeto de lei, e falou que o momento não seria o dos melhores para se pensar em mais um assessor, ainda mais no momento que o país vem passando. Segundo o vereador, estas mudanças gerariam mais despesas para a Câmara, que gastaria o dinheiro que é do povo. O vereador Ainda sugeriu que se fosse para contratar, que contratasse através de concurso público, ou um processo seletivo para que desse a oportunidade da população participar.

Já o vereador Ragos Oliveira  do (PT) foi a favor da criação dos cargos que segundo ele, gerariam mais produtividade dos vereadores. De acordo com Ragos,  tem vereador que um só assessor pra ele é muito, mas tem outros vereadores que cinco assessores seriam pouco, pelo tanto que eles trabalham em Paracatu. - Afirmou o vereador.

O presidente da casa João Archanjo “Chapuleta” (SDD), relatou que a aprovação do projeto de lei não obriga os vereadores a ter um segundo assessor, mas aquele vereador que achar necessário poderá ter mais um assessor pago pela câmara. – Disse O vereador

O projeto de lei foi aprovado pela maioria dos vereadores presentes, por 12 votos, sendo contra os Vereadores Marlon Gouveia (PHS) e João Macêdo (DEM).

 

Paulo Sérgio/Paracatunews

Foto:Alberto Alves/Panoramio