Segundo turno; 47 pessoas foram presas em Minas por crime eleitoral t> Visite-nos no Google+
noticias
http://paracatunews.com.br
loading
26/10/2014, 19:10:31
7494200369fa81f05e676f5fe3253f51.jpg
Segundo turno; 47 pessoas foram presas em Minas por crime eleitoral
Ainda assim, este número é bem inferior ao balanço do primeiro turno, quando foram 165 prisões; confira o balanço de ocorrências e de urnas que precisaram ser substituídas no Estado

O número de ocorrências policiais registradas neste domingo (26), segundo turno das eleições 2014, é considerado baixo, de acordo com o chefe da sala de imprensa da Polícia Militar (PM) o major Gilmar Luciano. A razão apontada para esta diminuição em relação ao primeiro turno, é a chuva.

Só em Minas Gerais, 47 pessoas já foram presas por crimes eleitorais, e a Justiça Eleitoral registrou 75 ocorrências. Apesar do número baixo de prisões, foram duas ocorrências graves no Estado, sendo a do homem que incendiou uma urna eletrônica em Porteirinha e a mulher que foi estuprada no bairro Dom Bosco, em Belo Horizonte, quando estava abrindo uma escola que é local de votação neste domingo.

Além disso, um mesário foi preso por estar embriagado no bairro Nova Cintra, ainda na capital, e outros dois foram presos pelo mesmo motivo em Barbacena, quando flagrados dirigindo embriagados. Em Ubá, um presidente de seção também foi preso por não comparecer ao local de votação.

As maioria das ocorrências são de boca de urna, inclusive a do presidente do PSDB em Conceição das Alagoas, no Triângulo Mineiro, que foi preso por distribuir santinhos em dia de votação.

Quando alguém é preso por crime eleitoral, ele fica detido até às 17h - horário em que se acaba o período de votação - , e depois é liberado. No entanto, passado o período de eleições, ele pode ser processado e ficar até dois meses presos, ou ainda pagar 60 a 90 dias-multa em valor correspondente ao o salário mínimo.

Comparação

Enquanto no segundo turno foram 75 ocorrências no Estado, o primeiro turno das eleições 2014 registrou muito mais do que isso: 518 ocorrências, sendo 135 envolvendo candidatos e 383 envolvendo eleitores. Já sobre o número de prisões, até as 16h deste domingo, foram registradas 47, enquanto no primeiro turno, foram 165 prisões, sendo três de candidatos envolvidos em ocorrências e o restante de eleitores.

Urnas substituídas

Em todo o Estado, 187 urnas eletrônicas precisaram ser substituídas após apresentarem defeito. Somente em Belo Horizonte, foram 27 urnas substituídas. Já o total de urnas biométricas que precisaram ser trocadas em Minas foram 10, sendo 5 somente em São João Del Rei.

Em Unaí, na região Noroeste do Estado, uma urna começou a apresentar defeito durante a tarde, mas o processo de substituição não foi possível. Por isso a votação teve que passar a ser manual. O problema é que na zona onde ocorreu o problema, onde são 394 eleitores aptos a votar, 173 já haviam votado.

Foto:WEB REPÓRTER/ OTEMPO