Rodízio de água em Paracatu completa 20 dias e preocupa moradores t> Visite-nos no Google+
noticias
http://paracatunews.com.br
loading
21/09/2017, 20:08:38
96c749b6d2c5ba4031ae2aa4901c7937.jpg
Rodízio de água em Paracatu completa 20 dias e preocupa moradores
Racionamento teve inicio no dia 01 de setembro devido a grande falta de água na região.

Há 20 dias a população de Paracatu está sentindo na pele a grande crise hídrica que assola o município, devido à escassez de água na região. A Copasa iniciou um plano de rodízio emergencial na cidade, entretanto, o plano não tem funcionado em alguns bairros da cidade que estão ficando até uma semana sem água.

O portal está recebendo diversas reclamações de moradores que não estão conseguindo se programar com o cronograma da Copasa, pois segundo a população o rodízio de abastecimento divulgado não está funcionando. A população ainda reclama que alguns bairros estão sem o abastecimento de água há dias, e que não estão recebendo caminhões pipas para amenizar a falta de água.

O presidente do Movimento Verde e secretário executivo do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paracatu Antônio Eustáquio Vieira, “Tonhão”, relatou que apenas 30% dos moradores de Paracatu estão sendo abastecidos regularmente e que os outros 70% restantes dependem de caminhões-pipa.

Tonhão em entrevista ao programa Rota Crime na última segunda-feira (18/09), falou da grave situação da falta de água no município e disse que apenas 30% das residências de Paracatu hoje tem água chegando às torneiras. “Não temos saída, a situação é clara”. Em 2015 a cidade consumia 23 milhões de litros de água por dia, e para amenizar a falta de água, está sendo buscado no rio escuro um milhão de litros de água, somando seis milhões de litros de água dos poços artesianos, o que claramente não é o suficiente. - Disse Tonhão.

Tonhão ainda sugeriu que a companhia fizesse a captação de água no rio São Marcos, e jogasse essa água captada nos afluentes do Santa Izabel, mas ressaltou que para este procedimento, teria que ter uma fiscalização até mesmo com políciais armados, para usuários não pegar essa água, ou até mesmo, que a captação do rio São Marcos fosse jogada  na estação de tratamento da Copasa. Entretanto a Estação hoje  não teria estrutura para beneficiar a água que a cidade precisa. - Disse.

O problema da falta de água ainda está longe de ser resolvida, já que a previsão de chuvas ainda é incerta, e muito menos uma nova captação de água para o município. A população está sofrendo com a falta de água e está tendo que se virar com o pouco de água que ainda resta.

Não se sabe ao certo por quanto tempo o município ficará com este racionamento, mas certo é que enquanto não chover, ou aparecer uma nova fonte de água para abastecer o município, a população deve economizar e evitar o desperdício.

Por meio de Nota enviado ao portal Paracatunews, a Copasa informa que o abastecimento de Paracatu está transcorrendo de acordo com a tabela de rodízio divulgada semanalmente, porém, devido a drástica redução do volume de água do ribeirão Santa Izabel, principal manancial de abastecimento da cidade, nas regiões mais altas e mais distantes, o fornecimento de água vem sendo complementando com caminhões-pipa.         

 A Companhia esclarece que em condições climáticas normais, a vazão da água captada no ribeirão e nos poços para atender a população é de 202 litros por segundo. Atualmente, em razão da pior seca dos últimos 100 anos em Paracatu, essa vazão tem oscilado entre 150 l/s a 58 l/s. Diante desta situação, a Copasa conta com a colaboração de todos os moradores da cidade para enfrentar este período de estiagem, evitando desperdícios. 

Atitudes simples como lavar o carro com balde de água no lugar da mangueira; deixar a torneira fechada enquanto escova os dentes; tomar banhos rápidos, suficientes para a higiene corporal; molhar plantas com regador; e não lavar o passeio com água tratada fazem toda diferença. A Copasa lembra que o uso consciente da água é importante em qualquer estação do ano.

Cronograma de rodizio da copasa abaixo:

Região 01 Bairros: Centro, Amoreiras I, Jóquei, Mirante, Vila Cruvinel; Santa Lúcia
Região 02
Bairros: Alto da Colina, Amoreiras II, Bela Vista II, Esplanada, Nossa Senha Aparecida; Santo Eduardo
Região 03 Bairros: Alto do Açude, Vista Alegre, JK, Lene Ville;
Região 04 Bairros: Novo Horizonte, Nossa Senhora de Fátima;
Região 05 Bairros: Bela Vista
Região 06 Bairros: Vila Mariana, Jardim Serrano, Primavera, Vila Alvorada, Jardim Europa;
Região 07 Bairros: Santana, Arraial D’Ângola, Chapadinha I e II, parte baixa do Paracatuzinho;
Região 08 Bairros: São Calixto, Lavrado, Bom Pastor, São João Evangelista; Bandeirantes
Região 09 Bairros: Alto do Córrego, Jardim Primavera, Cidade Jardim
Região 10 Bairros: Prado, Cidade Nova, Parque do Príncipe; 
Região 11 Bairros: Parte alta do Paracatuzinho;

A Copasa esclarece que o abastecimento nestas regiões será restabelecido de forma gradativa. Para outras informações, dúvidas ou solicitação de serviços, ligue 115, cuja chamada é gratuita, ou vá até a agência de atendimento ao cliente mais próxima de sua residência.

 

Paulo Sérgio/Paracatunews

Foto:Arquivo pessoal/ Amanda Diniz