Vacilos defensivos fazem Atlético ficar no empate contra o Figueirense e freiam ascensão t> Visite-nos no Google+
noticias
http://paracatunews.com.br
loading
18/08/2014, 09:44:56
01e75bf952446580dff557211baaec00.jpg
Vacilos defensivos fazem Atlético ficar no empate contra o Figueirense e freiam ascensão
Galo poderia ter ficado a um ponto do quarto colocado, mas não segurou a vitória

Levir Culpi profetizou: seria um jogo parecido com o contra a Chapecoense. E foi. O Atlético volta de Santa Catarina com mais um empate, agora contra o Figueirense, e perde a possibilidade de ficar muito próximo de entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro.

O Galo teve a vantagem nas mãos duas vezes, com gols de Dátolo e Diego Tardelli, mas sofreu com erros defensivos. Primeiro, Leonardo Silva marcou um gol contra. Depois, um vacilo em escanteio virou o gol do empate catarinense, já no fim da partida.

 

EM

Agora, o foco passa a ser o jogo de quarta-feira, no Rio de Janeiro, contra o Flamengo. O zagueiro Leonardo Silva está suspenso para o confronto.

Três chances claras de gol foram criadas na etapa inicial. Duas foram convertidas e decretaram a igualdade no placar. O lance que não entrou poderia ter deixado o Galo em vantagem.

A primeiro oportunidade foi do Atlético. Dátolo iniciou uma jogada ofensiva com arrancada no meio-campo e passou para Tardelli, na direita. O atacante inverteu a jogada para Jô. Se não tem marcado, o camisa 7 serviu o argentino na área, que completou de cabeça.

O placar poderia ter ficado melhor para o Galo aos 24 minutos. Pedro Botelho fez um bom cruzamento rasteiro para Tardelli. O camisa 9, entretanto, bateu em cima do goleiro Tiago Volpi.

Na sequência, saiu o gol de empate. Jean Carlos enganou Jemerson no canto da área e fez cruzamento que Leonardo Silva completou, marcando um gol contra.

Segundo tempo

O Atlético voltou sem grande inspiração para a etapa complementar e sofreu pressão do Figueirense nos primeiros minutos. Clayton, que havia acabado de entrar no lugar de Jean Carlos, deu trabalho.

A partida voltou a ficar equilibrada, com investidas principalmente de Tardelli. Mas ainda faltava maior participação dos seus companheiros, como Maicosuel, para melhorar a capacidade ofensiva.

Quem quase marcou foi o Figueirense, aos 18 minutos. Leandro Silva roubou a bola de Dátolo, passou pelos volantes e lançou Marcão nas costas da defesa. Victor defendeu o chute cruzado.

Quem deixou o “quase” do primeiro tempo de lado e conseguiu balançar as redes foi Tardelli. Ele converteu cobrança de pênalti sofrido por Alex Silva. Depois do lance, o técnico Argel Fucks foi expulso por reclamação.

Assim como no primeiro tempo, o Figueirense buscou o empate. Após cobrança de escanteio, a defesa atleticana não conseguiu afastar o perigo. A bola sobrou para Clayton finalizar no canto de Victor.

Figueirense 2 x 2 Atlético

Figueirense
Tiago Volpi; Leandro Silva, Thiago Heleno, Marquinhos e Roberto Cereceda; Luan (Everaldo), Rivaldo, Marco Antônio e Felipe (Vitor Junior); Marcão e Jean Carlos (Clayton)
Técnico: Argel Fucks

Atlético
Victor, Marcos Rocha (Alex Silva), Leonardo Silva, Jemerson e Pedro Botelho; Rafael Carioca e Josué; Diego Tardelli, Dátolo e Maicosuel (Luan); Jô (Marion)
Técnico: Levir Culpi

Gols: Dátolo (8min/1ºT), Leonardo Silva (contra, 25min/1ºT), Diego Tardelli (29min/2ºT) e Clayton (45min/2ºT)
Cartões amarelos: Alex Silva, Leonardo Silva, Pedro Botelho, Dátolo, Jemerson (ATL); Thiago Heleno, Marco Antonio, Jean Carlos (FIG)

Motivo: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: domingo, 17/08/2014, às 18h30
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR/Fifa)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR/Fifa) e Ivan Carlos Bohn (PR/CBF
Charles Guerra/Diario Catarinense